Baltazar Garçon vai liderar defesa de Julian Assange

O juíz estrela espanhol Baltazar Garzon vai liderar a equipa de defesa do australiano Julian Assange, líder e fundador do Wikileaks, actualmente em Londres mas a beneficiar de asilo político concedido pela embaixada do Equador.

Baltazar Garzon, afastado da magistratura por sentença judicial, vai liderar a equipa de defesa como consultor externo e tem como principal finalidade demonstrar que as ilegalidades dos processos secretos nos EUA contra Julian Assange e a WikiLeaks comprometeram e contaminaram outros processos legais, incluindo o processo de extradição”. O texto refere ainda um “comportamento cúmplice” entre as autoridades da Suécia e do Reino Unido que “agravaram” as “ameaças” contra o fundador do site.