Sabe aquele aviso de privacidade que publicou no facebook? É inútil.

Para os mais entendidos nestas coisas da internet e das redes sociais era já óbvio que não passava de spam facebokiano a mensagem que ao longo das últimas semanas se espalhou por vários utilizadores de facebook, publicando no seu mural um aviso sobre a privacidade. Em resposta, o conhecido jornalista David Pogue tratou de desfazer o equívoco no New York Times, fica aqui a tradução da mesma.


Ao longo dos últimos dias, a minha timeline do Facebook, e provavelmente também a vossa, tem estado cheia de repetições de um curioso pedaço de texto copiado e reenviado de todos os tipos de amigos. O meu diz qualquer coisa como isto:

Em resposta às novas directivas de utilização do Facebook, venho por este meio declarar que os meus direitos de autor estão vinculados a todos os meus dados pessoais, ilustrações, bandas desenhadas, pinturas, artesanato, fotografias e vídeos profissionais, etc. (em virtude do estipulado na Convenção de Bernar).

Para utilização comercial do exposto acima, será sempre necessária a minha autorização escrita!

O Facebook é agora uma empresa de capital cotado em bolsa. Recomenda-se a todos os membros que publiquem um aviso deste tipo ou, se preferirem, podem copiar e colar esta versão.”

Mas sabem uma coisa? Vocês foram enganados. Primeiro ponto: nenhuma declaração vossa, num post do Facebook, faria qualquer diferença na situação legal dos vossos posts. Vocês já estão protegidos pela lei dos direitos de autor.

Segundo: não existem “novas directivas de utilização do Facebook”. A política do Facebook é a seguinte: “Você mantém os direitos de autor dos seus conteúdos. Quando carrega novos conteúdos, está a conceder-nos uma licença para utilizar e exibir esses conteúdos.”

Terceiro: não existe nada chamado Convenção de Bernar. Existe, sim, a Convenção de Berna, que abrange as obras de cariz literário.

Quarto: o facto de o Facebook ser agora uma empresa de capital cotado em bolsa não tem absolutamente nada a ver com as suas políticas de privacidade ou de direitos de autor. São coisas totalmente diferenciadas e sem qualquer relação entre si.

Por fim, o próprio Facebook emitiu o seguinte comunicado: “Está a circular pela Internet um rumor de que o Facebook está a implantar alterações relativas à propriedade da informação dos utilizadores ou dos conteúdos que eles colocam no site. Isto é falso. Qualquer utilizador do Facebook controla e é proprietário dos conteúdos e da informação que coloca, como está definido nos termos da nossa política de utilização. Controla a forma como essa informação e esses conteúdos são partilhados. É essa a nossa política, e sempre foi.”

site antidesinformação Snopes já desmascarou este embuste. Por isso, podem parar de copiar esse inútil “venho por este meio declarar” ao actualizarem o vosso status. E voltemos então a saber o que é que vocês comeram ao almoço.

Comentários

  1. Inês Tamagnini Bello Guimaraes diz:

    Achei tão estranho…que nem acreditei!

  2. Inês Tamagnini Bello Guimaraes diz:

    Achei tão estranho…que nem acreditei!

  3. Luis Miguel Costa diz:

    Como o facebook já está cheio de trampa esta é apenas mais uma… e todos os patinhos segues a mãe pata, se alguém puser isto, isso ou aquilo, leva logo um milhão de partilhas e likes, ninguém pára para pensar um bocadinho…

    1. atrevimento descriminante

  4. Luis Miguel Costa diz:

    Como o facebook já está cheio de trampa esta é apenas mais uma… e todos os patinhos segues a mãe pata, se alguém puser isto, isso ou aquilo, leva logo um milhão de partilhas e likes, ninguém pára para pensar um bocadinho…

    1. atrevimento descriminante

  5. Agradeço… é sempre bom saber, sendo eu ainda um principiante no que toca a Internet e redes sociais.

  6. Agradeço… é sempre bom saber, sendo eu ainda um principiante no que toca a Internet e redes sociais.

  7. Fernando Di Paolo diz:

    Olhaí, entrei pelo google, não me identifiquei, e eles já sabiam que era eu…então…

    1. Fernando Di Paolo diz:

      Se vc acredita no que eles dizem…então eles não podiam ter me identificado…

    2. Pedro Sousa diz:

      Chamam-se cookies, entrou pelo seu computador, e como pode ter uma opinião sobre o que eles dizem se quando criou a conta não leu os termos de utilização? Diga antes, eu nem sei o que eles dizem, mas gosto de criticar negativamente.

  8. Fernando Di Paolo diz:

    Olhaí, entrei pelo google, não me identifiquei, e eles já sabiam que era eu…então…

  9. Fernando Di Paolo diz:

    Olhaí, entrei pelo google, não me identifiquei, e eles já sabiam que era eu…então…

    1. Fernando Di Paolo diz:

      Se vc acredita no que eles dizem…então eles não podiam ter me identificado…

    2. Pedro Sousa diz:

      Chamam-se cookies, entrou pelo seu computador, e como pode ter uma opinião sobre o que eles dizem se quando criou a conta não leu os termos de utilização? Diga antes, eu nem sei o que eles dizem, mas gosto de criticar negativamente.

  10. Fernando Di Paolo diz:

    Olhaí, entrei pelo google, não me identifiquei, e eles já sabiam que era eu…então…

  11. tambem achei estranho porque sempre soube que privacidade não há nenhuma

  12. tambem achei estranho porque sempre soube que privacidade não há nenhuma

  13. Teka Silva diz:

    Muito bem explicado.

  14. Teka Silva diz:

    Muito bem explicado.