Facebook condenado a pagar 10 dólares a cada utilizador por uso indevido de “likes”

Um tribunal da Califórnia condenou o Facebook a criar um fundo de 20 milhões de dólares para ressarcir internautas cujas fotos surgiram associadas a produtos comerciais sem a devida autorização.

Pode o Facebook usar os likes que os internautas fazem no portal para promover produtos comerciais? De acordo com as leis do Estado da Califórnia, essa atividade é ilegal, caso não seja autorizada pelos respetivos internautas. E ontem, um tribunal federal de São Francisco, EUA, confirmou essa mesma ilegalidade com um veredicto que obriga o “rei dos portais sociais” a criar um fundo de 20 milhões de dólares para indemnizar os utilizadores cujas imagens, nomes e preferências pessoais (o ato de dizer que se gosta de algo, portanto) foram usadas sem a devida autorização dos internautas.

Uma parte deste fundo será encaminhada para os advogados que interpuseram o processo em representação de mais de 100 milhões de utilizadores registados no Facebook.