Qual o risco de Portugal ficar sem Net?

Depois dos cortes no acesso à Internet na Síria, a Renesys desenhou um mapa-mundo com o grau de risco de cada país ficar sem acesso à Internet. Condições políticas e arquitetura das ligações são dois dos critérios analisados.

O trabalho daneste campo é recorrente e serve, por exemplo, para empresas que queiram montar centros de dados. Nações com regimes políticos estáveis, como o Canadá ou os EUA, são “resistentes”, ou seja, têm um menor risco de ficar sem Net. Portugal, por sua vez, apresenta um baixo risco. A escala é constituída por quatro níveis (Alto, Significativo, Baixo e Resistente), que variam também conforme o número de fornecedores que cada país tem na sua fronteira. Ter mais de 40 fornecedores de acesso à Net significa que o país é Resistente a um corte.

Por outro lado, ter entre 10 e 40 fornecedores, como é o caso de Portugal, significa que o país tem um Baixo Risco.