China vai ter sistema operativo próprio baseado no Ubuntu

Ubunto-en-China

Programadores da Canonical estão a colaborar com programadores chineses no desenvolvimento de uma versão do sistema operativo Ubuntu, denominado Kylin, que será distribuído junto dos consumidores chineses a partir do próximo mês.

Segundo a notícia da BBC News, a primeira versão do Ubuntu Kylin terá como destino os computadores desktop e os portáteis.

Futuras versões irão incluir ferramentas que permitirão o uso de serviços como os mapas do Baidu, o serviço de compras online Taobao, assim como versões de suítes de produtividade e ferramentas de gestão de imagens.
Esta acção da China é vista como uma tentativa de reduzir a sua dependência das plataformas da Microsoft e da Apple.