Robôs escavadores desvendam mistério na Cidade do México

Nos arredores da Cidade do México, em Teotihuacandebaixo da terra, nas câmaras subterrâneas do Templo da Serpente, encontra se um dos maiores mistérios da atualidade.

O projeto de investigação está a cargo de uma equipa de arqueologistas liderados por Sergio Gomez Chavez, que planeou esta expedição durante vários anos. Foi este especialista que decidiu que, para atingir resultados, teria de utilizar métodos extraordinários como, por exemplo, robôs escavadores.

Os corredores subterrâneos do Templo da Serpente encontram-se cheios de terra por motivos desconhecidos. Só se sabe que os “culpados” foram os 100 mil habitantes de Teotihuacan que, antes de abandonarem a cidade e desaparecerem sem deixar rasto em 700 d.C., deixaram as câmaras soterradas.

Mexiko 2006; Mexico City

Por essa razão, estes pequenos seres robóticos agora vagueiam pelos corredores à procura de uma resposta para o que aconteceu aos habitantes de Teotihuacan que, além de terra, deixaram as câmaras subterrâneas cheias de esferas amarelas que estão a ser investigadas.

Há três câmaras ainda por escavar e os arqueologistas esperam encontrar mais respostas. A investigação deverá continuar até que a equipa consiga formular uma teoria sobre o que aconteceu há centenas de anos atrás.

Uma destas câmaras foi parcialmente demolida na altura da fuga dos habitantes para esconder algo muito importante, de acordo com a lenda do Templo da Serpente.