Chinês inventa mala que pode também ser mota…

MalaA novidade veio da China pela mão de um empresário que demorou 10 anos a transformar uma mala numa scooter motorizada (elétrica) que pode atingir os 60 kms por hora, tendo uma autonomia de cerca de 60 kms por cada carga de energia que recebe. He Liangcai é dono de uma empresa de peças de automóveis.

Nos últimos 10 anos dedicou-se a desenvolver um veículo, no mínimo, inovador. Uma mala que tem, lá dentro, o que parece ser uma scooter elétrica. Ainda sem nome, o veículo assume uma grande utilidade em aeroportos e noutros quaisquer contextos que aliem a necessidade de transporte de bens com o auxílio para percorrer pequenas distâncias. A scooter de formato invulgar inclui, também, um GPS e pesa perto de seis quilos. Ainda não se conhecem os planos do inventor para comercializar esta “mala com rodas”.

É concerteza um novo brinquedo para os “Frequent Flyers”.