Está a pensar em ir para Marte? Abasteça-se primeiro…

mars_one-650O projeto da Mars One, empresa holandesa que pretende enviar uma primeira equipa de 4 exploradores como colonizadores permanentes a Marte, está, cada vez mais, sob grande escrutínio. Desta feita por um grupo de estudantes do MIT que, após estudo detalhado às condições de vida e aos materiais transportados para o planeta vermelho – tendo como base as necessidades de materiais, alimentos e ar da estação espacial internacional – estabeleceu que os primeiros tripulantes morreriam passados apenas… 68 dias. Isto porque, ainda segundo o grupo de estudantes, as plantas previstas produziriam oxigénio a mais, e a tecnologia necessária para equilibrar os constituintes respiráveis do ar, ainda não existem.

Em declarações ao site Popular Science, o CEO da Mars One, Bas Lansdorp, garante que as estimativas da equipa do MIT são incorretas e baseadas em dados incompletos. O responsável admite, no entanto, outros dos obstáculos identificados: a substituição de peças. Tendo por base a Estação Espacial Internacional para estimar a frequência da necesidade de substituição de peças, o estudo concluiu que as peças suplentes necessárias representariam 62% da carga a transportar inicialmente para Marte, no caso de não se prever nenhuma missão nos dois anos seguintes.

Quer dizer… Faltam 10 anos, mas é melhor irem começando a pensar nos pormenores…