Combustíveis têm preços de referência publicados a partir de hoje.

A Autoridade Nacional para o Mercado dos Combustíveis (ANMC) começou hoje a fazer a publicação dos valores de referência para os combustíveis rodoviários e para o gás de garrafa. Ainda que sejam apenas preços grossistas, necessariamente inferiores aos valores que diariamente encontramos nas bombas dos combustíveis, esta ação de Passos Coelho tem por objetivo das a conhecer quais as marcas que mais se desviam relativamente ao preço encontrado pela ANMC.

A concretização desta iniciativa, já anunciada há vários meses, coincide com um período de descida acentuada do preço do petróleo que esta semana caiu abaixo dos 80 dólares por barril. A descida também se reflete no preço dos combustíveis, mas com um efeito muito mais moderado, em parte porque estes incorporam uma carga fiscal que representa pelo menos metade do valor pago pelos automobilistas. Com estes dados pretende-se que consumidores tenham maior capacidade para monitorizar a evolução dos preços, sobretudo quando se verificam variações acentuadas das cotações internacionais, para cima ou para baixo.

Os benefícios ou malefícios da medida seguirão dentro de alguns meses.