Ricardo Salgado responde hoje à comissão de inquérito sobre o BES

Ricardo Salgado está agora a responder às questões da Comissão Parlamentar de Inquérito sobre o caso BES onde, segundo declarações do próprio, prestará um primeiro testemunho sobre a versão dos factos que ditaram a queda do maior grupo financeiro privado português. Líder incontestado desde o início dos anos 1990, o ex-presidente do BES concentrava em si, e em poucos leais, o comando do banco, do grupo e dos negócios que envolveram várias grandes empresas portuguesas, onde se destaca a Portugal Telecom.

A passagem de ano 2013-2014 marca o começo do fim do GES. Com accionistas que não perceberam que algo tinha de mudar na governação e resistiram a pedir ajuda ao Estado para salvar o BES. E, como acontece muitas vezes nas vésperas de uma grande crise, perante casos graves, as autoridades hesitam em atacar de frente os problemas. A conjugação de todos estes factores, em 2014, revelar-se-á fatal.

E afinal, o dono disto tudo ficou para apanhar os cacos.