Franco Suíço dispara 27%

A economia do país helvético tem estado a ser protegida dos efeitos mais nocivos da crise da dívida soberana europeia pela injeção de liquidez financeira operada pelo banco central suíço através da utilização de fundos próprios.

Recentemente, divergências entre as políticas monetárias das principais zonas monetárias aumentaram de forma significativa – uma tendência que deverá tornar -se ainda mais pronunciada”, explica o Banco Nacional Suíço. Espera-se que o Banco Central Europeu (BCE) anuncie na próxima semana mais medidas de estímulo, o que, a confirmar-se, irá pressionar ainda mais o valor do euro. “O euro depreciou-se de forma considerável face ao dólar norte-americano e isto, por sua vez, levou a que o franco suíço perdesse valor face ao dólar norte-americano. Nestas circunstâncias, o Banco Nacional Suíço concluiu que fazer cumprir e manter o objetivo de 1,20 francos suíços por euro já não se justifica“, esclarece o banco central.

Estará a Suíça a preparar uma corrida cambial com a Inglaterra. Quem sai a perder e quem sai a ganhar no meio de tudo isto?