600 professores arriscam ir para o desemprego

Há cerca de 600 professores em risco de não conseguirem terminar o doutoramento este ano e de ficar sem emprego por causa disso.

O prazo dado aos professores do Ensino Superior para se doutorarem termina este ano. De acordo com o Jornal de Notícias desta terça-feira, se o Governo não recuar, vão para a rua cerca de 600 professores do politécnico, estimou o órgão coordenador deste subsistema, em reunião com a Fenprof.

O sindicato responsabiliza os governos e promove um protesto, esta terça-feira, em Coimbra