Smart TV’s da Samsung ouvem tudo… Até demais!

Há muito que a Internet das Coisas chegou às televisões e a tendência dita que, em breve, se espalhará um pouco por todo o tipo de objetos. No entanto, se as vantagens parecem ser muitas, os perigos também podem existir e muitos utilizadores poderão não estar atentos a isso.

O Daily Beast e o CNET alertaram para o facto de a política de privacidade das Smart TVs da Samsung incluir o direito de captar, utilizar, partilhar e armazenar informações através da televisão e, mais concretamente, do sistema de reconhecimento de voz. Estas informações são utilizadas não só para melhorar a experiência do utilizador, ao fazer sugestões mais corretas, como também permite a distribuição dos dados a terceiros.

Na política de privacidade, a Samsung explica que “alguns comandos de voz poderão ser transmitidos” a um serviço operado por terceiros “que converte o discurso em texto ou no suporte necessário”. Ainda no mesmo texto, a própria empresa alerta para o facto de que se o utilizador disser informações pessoais ou consideradas sensíveis, estas também serão captadas entre as restantes e transmitidas.

A única forma de combater este problema é, de facto, desligar a opção de recolha de dados através do reconhecimento de voz, no menu da Smart TV. Mas ao desligar essa opção, todo o serviço de reconhecimento de voz será desativado.